A entrega da lei


Pastor Eraldo Moises relata A entrega da lei



Por São Paulo, Brasil

- Atualizado em


  Pastor Eraldo Moises em um Ensaio Fotografico Para o Portal MEDEFE (Foto: Eddy Mailto)

O acontecimento mais importante do período que Israel passou no deserto ocorreu no sopé do monte Sinai, onde Israel aceitou o código legal que recebeu de Deus e prometeu adorar Javé (a forma mais precisa do nome "Jeová") e nenhum outro deus. Moisés desempenhou um papel importante nesse acontecimento que oficializou a fé monoteísta de Abraão e seus descendente, uma fé praticamente único no mundo antigo, apesar de a sociedade israelita ter se deixado influenciar pela idolatria durante vários séculos. (Cf. tb. "O povo da lei, p. 164 a 165.) O bezerro de ouro Enconto Moisés estava no monte Sinai, os israelitas confeccionaram e adoraram um bezerro de ouro. Na cultura cananeia, o bezerro representava fertilidade e força e era comum os cananeus retratarem seus deuses em pé nas costas de um touro ou bezzero. Ao adorarem o bezerro, os israelitas transgrediram o mandamento de Deus que proíbe a idolatria.

Codornizes para alimentar o povo
Os israelitas receberam codornizes para comer no deserto, As codornizes são aves migratórias pequenas e rechonchudas que costumam voar em bandos sobre o Sinai vindas do Sudão, a caminho da Europa. Em geral, acompanham o sentido do vento e são obrigadas a pousar quando deparam com um vento cruzado. Quando estão cansadas, são fáceis de pegar. Por vezes, os bandos que pousam na região do Sinai são tão numerosos que cobrem todo o chão.

Maná
O alimento principal dos israelitas no deserto foi o maná, substância que encontravam no chão todos as manhãs. Era branco, parecido com coentro e tinha sabor de mel. Apesar de sua composição ser incerta, sabe-se que foi provido de forma miraculosa. Ensinou aos israelitas a importância de confiarem em Deus (Êx 16.13-36; Dt 8.13,16).

publicidade

SAIBA MAIS









© 2015 Igreja Missão Evangelica Deus é fiel - Todos os direitos reservados.