Dois grandes tradutores


Leia acitação do Pastor Eraldo Moises sobre a tragetoria de Dois grandes tradutores



Por São Paulo, Brasil


  Pastor Eraldo Moises em um Ensaio Fotografico Para o Portal MEDEFE (Foto: Eddy Mailto)

O grande reformador
Mudanças enormes ocorreram na Europa nos séculos XV e XVl. Mais pessoas passaram a receber instrução acadêmica e formar suas próprias opiniões acerca da sociedade e da religião. Havia muita coisa de errado acontecendo na Igreja e alguns líderes religiosos ensinavam suas próprias ideias sem fundamento bíblico. O monge alemão Martinho Lutero, nascido em 1483, foi uma das pessoas que se dispôs a criticar esses problemas. Lutero tornou-se para viver corretamente, mas percebeu que jamais conseguiria ser tão bom quanto Deus desejava. Encontro lia a carta de Paulo aos Romanos, reconheceu que a graça é um dom de Deus. Foi uma descoberta revolucionária! As portas de igrejas costumavam ser usados como quadros de avisos e, em outubro de 1517, Martinho Lutero afixou na porta da igreja de Wittemberg uma lista de 95 reformas religiosas que ele considerava necessárias. Devido à posição firme que assumiu, Lutero se tornou conhecido como "reformador" e seus atos desencadearam a Reforma, isto é, uma série de mudanças importantes na Igreja.

Fugitivo
Por causa de sua postura, Lutero foi banido e teve de se esconder no castelo de Wartburg. Lá, começou a traduzir a Bíblia para o alemão, pois desejava que outros experimentassem a alegria que ele descobriu ao lê-la. Lutero acreditava que uma boa tradução devia ser feita diretamente da língua original e usar a língua coloquial. O texto completo da "Bíblia de Lutero", publicado em 1534, foi um dos primeiros a ser traduzido para a língua do povo comum. Ainda hoje, a tradução de Lutero é uma das Bíblias preferidas em alemão e contribuiu para moldar a língua alemã moderna.

Uma Bíblias para camponeses
A Bíblia de Wyclif em inglês havia sido escrita à mão e continha vários erros de tradução e de cópia. Mesmo depois da invenção da imprensa, o povo inglês ainda não tinha Bíblias em sua própria língua. Líderes políticos e religiosos consideravam perigoso o povo comum ler a Bíblia por sua própria conta e decidir em que acreditar. Por isso, era ilegal traduzir ou copiar qualquer trecho da Bíblia. O inglês William Tyndale, porém, declarou a um padre: "Se Deus poupar minha vida... farei o jovem camponês que empurra o arado conhecer a Bíblia melhor que você".

Contrabandista de Bíblias
William Tyndale (1494-1536) é o maior tradutor da Bíblia para a língua inglesa. Traduziu o Novo Testamento do original em grego quando estava exilado na Alemanha. Em 1526, cópias impressas contrabandeadas para dentro da Inglaterra em sacas de cerias e barris de peixes foram encontradas e queimadas por ordem do rei Henrique Vlll. Antes que Tyndale conseguisse terminar a tradução do Antigo Testamento, foi traído, preso em uma emboscada e queimado na fogueira na Bélgica. Enquanto morria, orou: "Senhor, abre os olhos do rei da Inglaterra".

publicidade

SAIBA MAIS